google-site-verification=DlPUxduZVoPOEB5b_QbJcG4cgTHg9-H-y1cDUQwxZuA google-site-verification=DlPUxduZVoPOEB5b_QbJcG4cgTHg9-H-y1cDUQwxZuA
 

A carteira de motorista ficará mais barata? Entenda o que está acontecendo!

O ano de 2019 tem sido de muitas surpresas para profissionais e alunos de autoescolas. Depois do cancelamento da instalação de radares, o governo anuncia que a carteira de motorista ficará mais barata. Isso porque uma decisão do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) deverá pôr fim ao simulador de trânsito.

No entanto, a questão ainda pode gerar desdobramentos, já que é possível que as empresas que comercializam simuladores ingressem com recursos na justiça. Sendo assim, veja como deve ficar a situação para os próximos meses e como isso vai influenciar nos preços praticados pelas autoescolas. Acompanhe atentamente!


Carteira de motorista e o preço médio

Carteira de motorista ficará mais barata
Carteira de motorista ficará mais barata

Uma questão que deve ser esclarecida antes de dizer que a carteira de motorista ficará mais barata é que o preço de uma CNH é regulado pelo mercado. Estamos em um país no qual prevalece a livre concorrência, ou seja, não existe um tabelamento de preços oficial.

É o mercado que dita as regras sobre quanto as autoescolas devem cobrar e, claro, a sua participação nesse processo é fundamental. Por outro lado, o valor da CNH é orientado conforme os custos de operação de uma autoescola que, por sinal, não são nada baratos.


O peso do simulador de trânsito


Entre esses custos, um dos que mais pesam é o valor do simulador de trânsito, em vigor desde 2015. Sendo assim, com a nova medida do governo, a expectativa é para que o valor da CNH caia sensivelmente em todo o Brasil.

Outra consequência positiva para os alunos e também para as autoescolas é redução do tempo de curso. Afinal, conforme o anunciado, as 5 horas/aula no simulador não serão compensadas, o que significa que a carga horária das aulas práticas ficará em 20 horas.

Dessa forma, o governo estipulou um prazo de 90 dias, contados a partir de junho, para que os estabelecimentos de ensino retirem os simuladores de suas grades curriculares. O tempo é necessário para adaptação e conformação às novas exigências.


Os impactos da decisão do governo


Para os alunos, isso significará, teoricamente, uma redução nos valores cobrados pelos Cursos de Formação de Condutores. No entanto, não se pode afirmar isso com certeza, já que, em algumas autoescolas, o valor do simulador é cobrado à parte, até para facilitar a vida do aluno. É o caso do CEFAC Padrão, que não cobra o pagamento do simulador no ato da matrícula.

Por isso, é preciso ficar atento, já que cada autoescola é livre para decidir os preços que pratica, o que, na verdade, não tem nada de ilegal ou abusivo. Uma coisa é certa: aqui na nossa autoescola, você sempre terá a melhor relação custo x benefício.

O alerta é válido, até porque existem estabelecimentos pouco comprometidos com o sucesso do aluno, oferecendo preços muito baixos para depois descumprir com o combinado. Portanto, não se pode afirmar categoricamente que a carteira de motorista ficará mais barata, por isso, cabe a você permanecer vigilante e fazer sempre uma ampla pesquisa antes de fechar negócio.

Aproveite e veja agora se é possível tirar carteira antes dos 18 anos!